spinner

Por favor aguarde

  logo
PT | UK
EEM Online
entrar
registar
icon
EEM Online
×
Utilizador Registado
banner
.
Ainda não é cliente EEM Online? Adira a esta loja virtual aberta só para si 24h por dia e comprove as suas vantagens.
print
  1. Início
  2. EEM
  3. Projetos Recentes/Em Curso
  4. Interligação Subterrânea a 60 kV entre a Subestação da Vitória e a Subestação de S. João

Interligação Subterrânea a 60 kV entre a Subestação da Vitória e a Subestação de S. João

A interligação subterrânea a 60 kV entre as subestações da Vitória e de S. João, tem como objetivo fechar o anel entre as subestações da Vitória, São João e os Viveiros, permitindo, deste modo, aumentar a fiabilidade da alimentação da subestação de S. João, atualmente apenas com ligação radial, a partir da Subestação dos Viveiros. Permitirá, também, alimentar futuramente a subestação do Amparo, que será remodelada até 2017, ao nível dos 60 kV, através da sua integração neste troço de rede subterrânea.

 MapaVitóriaSJoão

Este projeto caracteriza-se pelo fornecimento, instalação, ensaio e colocação em serviço de um terno de cabos monopolares do tipo LXHIOLE 1x1000/60cu 36/60 (72,5) kV, com uma extensão de 8.254 m entre as referidas instalações. Estes cabos serão constituídos por uma alma condutora em alumínio, com secção de 1000 mm², isolamento de polietileno reticulado (XLPE), blindagem de fios de cobre e bainha exterior de polietileno. As caixas de junção de cabo utilizadas serão do tipo enfitadas e as caixas terminais do tipo blindadas para SF6.


SecçãoTansversalCabo

No sentido de permitir que no futuro a EEM proceda à monitorização da temperatura de funcionamento dos cabos de 60 kV através de um sistema DTS (Distributed Temperature Sensor), um dos cabos que integra o terno será equipado na sua blindagem com dois “tubos loose” com 4 fibras óticas do tipo multimodo 50/125 microns, cada.

Os cabos de AT serão instalados numa infraestrutura existente, constituída por uma rede de tubagem e caixas de junção e de passagem. Cada cabo será alojado num único tubo, estando os três tubos dispostos em trevo. Estes tubos encontram-se betonados com a finalidade de proporcionar uma protecção mecânica contra agressões externas e por forma a assegurar em seu redor uma disposição térmica definida e estável no tempo.
As caixas de junção dos vários troços de cabo de 60 kV serão efetuadas em caixas de betão construídas especificamente para este fim, com uma interdistância máxima de 700 metros.

As blindagens metálicas dos cabos de 60 kV serão ligadas segundo o esquema de ligação Cross-Bonding, permutação de blindagens, de acordo com o esquema seguinte. Esta solução resultou da ponderação do custo das perdas nas blindagens metálicas, da redução da capacidade de transporte causada por essas perdas, das tensões induzidas e do respectivo custo de implementação desta ligação.

Esquema Ligação

Esta interligação terá uma capacidade de transporte de energia estimada de 52 MVA, considerando uma temperatura de funcionamento dos cabos de 70º C, valor que poderá subir até aos 65 MVA, considerando a temperatura de 90º C.

Esta obra tem um custo estimado de 1.900.000 €, estando o início dos trabalhos previstos para o segundo trimestre de 2015 e a sua conclusão para o final do ano de 2015. 

 

Publicado em 27/04/2015 17:45.

Conteúdo não disponível

Conteúdo não disponível em ecrãs de pequenas dimensões

 
Contactos

Serviço de Apoio ao Cliente (Linha gratuita)

Linha EEM 800 221 187

Todos os dias, das 08h00 às 00h00.

Endereço Eletrónico: clientes@eem.pt

 

Av. do Mar e das Comunidades Madeirenses nº 32
9064-501 Funchal
Madeira Portugal

 

Apoio Técnico na Ligação à Rede (PIT)

Linha EEM 800 221 187

Dias úteis, das 08h00 às 12h30 e das 13h30 às 16h30.

Endereço Eletrónico: pit_at@eem.pt

 

 
 
© Copyright 2017 - ELECTRICIDADE DA MADEIRA. Todos os direitos reservados.